04/12/12

Making Of Armada

Foi divulgado o making of do curta-metragem Armada. A montagem contempla as três diárias de gravação, ensaios e comparação de storyboards. Além disso, estão incluídos os time lapses gravados durante as filmagens! Confira no link abaixo!


01/12/12

Curta metragem 'Armada' é selecionado no 3º Curta Goiamum


O curta metragem ARMADA tem sua primeira seleção para uma competitiva nacional no 3º Curta Goiamum - Mostra Competitiva Nacional de Curtas Metragens de Natal, a ser realizado nos dias 08 e 09 de dezembro em Natal/RN. O filme será exibido no Programa 1 do festival no dia 08/12, às 20hs e concorrerá com outros 13 curtas, sendo que somente dois destes - além de Armada - são filmes gaúchos. Para acessar mais detalhes sobre o festival, basta clicar aqui.



01/11/12

...e no fim de uma Armada...


Poucas coisas são tão recompensadoras quanto a sensação de um realizador ao finalizar um filme. Não apenas pelo senso de tarefa concluída que permeia por cada um dos engajados no projeto, mas também pelo vislumbre da criação, do nascer de uma ideia, do estar presente e participar ativamente do exato momento em que determinada história é contada, pela primeira vez ou não, mas daquela maneira peculiar que identifica uma obra como única. Para o roteirista, é a possibilidade de ver seus escritos tornando-se carne e osso, de presenciar a respiração e os trejeitos de seus personagens na pele de atores e atrizes que entregam suas almas para tecer a credibilidade que vemos em tela. Para os Diretores de Fotografia e de Arte, é uma janela de cores, luzes e texturas a ser desbravada, enumerando mil possibilidades de transformar uma forma apenas animada em uma peça de arte em movimento. Para os Produtores, é a chance de tornar o inimaginável em algo possível, de transformar sonhos – e às vezes pesadelos – em realidade, disponibilizando as ferramentas necessárias para a execução do projeto. Para o Diretor, é o desafio da linguagem, de transpor as barreiras alheias com sua criatividade e visão de mundo, de coordenar os esforços em uma sinergia que se traduz em uma simples palavra: emoção. Para todos que trabalham em um filme, tudo isso é aliado à oportunidade de ser parte imprescindível de um processo bárbaro, onde ensinamos o pouco que sabemos e aprendemos além da conta.

Com ARMADA, esta aura passou a ter um significado maior uma vez que estávamos prestes a contar uma história causticante, cujas marcas ainda são sentidas até hoje por aqueles que, de um modo ou de outro, viveram a turbulenta época da ditadura no Brasil. O compromisso de traduzir em tela algo tão aterrador de forma absolutamente atrelada à realidade daquele tempo demandou um longo tempo de pesquisas a livros, documentos e entrevistas com historiadores e militantes que, assim como o personagem Pedro, sofreram nos fatídicos porões. Este compromisso com a veracidade da narrativa se alastrou para os demais aspectos da produção à medida que compomos uma equipe empenhada, disposta a doar sangue e suor para executar um trabalho técnico primoroso e vívido, que só encontra paixão comparável nas atuações de um elenco inspiradíssimo: os protagonistas Davi Souza (Pedro) e Jorge Valmini (Nunes) não apenas abrilhantam o filme, mas o tornam tão dramático e dinâmico que é impossível ficar indiferente.

Todo este esforço e aprendizado, esta convergência de pessoas e seus talentos em torno deste assunto que tanto urge em ser lembrado, só foi possível graças ao incentivo cultural disposto pela Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e de sua CASF, não apenas por prover os recursos necessários para o andamento do projeto através do Financiarte, mas – principalmente – por acreditar nele e no potencial dos profissionais envolvidos.

Este é o nosso tijolo em uma parede que protege do esquecimento uma época tão febril e pessoas tão empenhadas em tornar o nosso país uma nação melhor e mais justa, e este é o agradecimento dos profissionais deste projeto para todos que tornaram esta ARMADA possível.

Muito obrigado!

NOVE E MEIA em Festival de Cinema no Peru


NOVE E MEIA estará em Novembro na sua terceira participação latino-americana em Festivais. Desta vez será no PERu, no IX Festival Internacional de Cortometrajes en Lambayeque - FENACO. O filme foi selecionado para mais este festival internacional e será exibido aos peruanos entre os dias 14 e 17 de Novembro.

Conheça mais sobre o festival em seu site.

03/09/12

NOVE E MEIA no 29º Festival de Cinema de Bogotá


E o curta NOVE E MEIA (Nueve y Media como verão os latinos), está na programação oficial do 29º Festival de Cinema de Bogotá (http://xxix.bogocine.com/), um festival repleto de atrações que vai de 10 a 18 do próximo outubro com filmes do mundo afora. Em breve será noticiado dia e horário da exibição.

21/08/12

Nove e Meia no 20o Festival Internacional de Curtas de Santiago do Chile



O curta-metragem Nove e Meia (Nueve y Media) terá sua premiére latino-americana na vigésima edição do Festival Internacional Chileno de Curtas, o Fesancor 2012 ( http://fesancor.cl/). O festival ocorre de 16 a 23 de outubro na capital chilena e o curta estará concorrendo nas categorias: melhor filme ficção,  direção, direção de arte, direção de fotografia, montagem, trilha sonora, melhor ator e melhor atriz nas categorias internacionais, onde concorrem filmes de diversos países.


13/07/12

OS BATEDORES na Caixa de Curtas


OS BATEDORES está concorrendo com diversos outros curtas nacionais e latino-americanos ao prêmio Caixa de Curtas, de Televisão América Latina. Curtir, twitar ou simplesmente votar: cada umas das modalidades vale voto nesta disputa e você pode votar quantas vezes quiser. 


Sugerimos que para cada carteira batida no curta, você vote uma vez! :)


Eis o link:
http://www.tal.tv/cajadecortos/video/ficcao/os-batedores




02/05/12

ARMADA - Teaser

Está no ar a partir de hoje o Teaser Trailer do curta ARMADA, confira:


E não esqueça de curtir o site: www.armadaofilme.com

30/04/12

ARMADA - Notícias

Já em abril, em Caxias do Sul, começaram as filmagens do curta-metragem ARMADA. Com uma equipe enxuta porém eficientíssima, foram rodadas cenas principais - onde o personagem de Davi Souza, PEDRO, sofre a primeira bateria de torturas do policial interpretado por Jorge Valmini, NUNES. As locações foram na antiga cantina da UCS - adaptada para receber um porão do SOPS (irmão do DOPS Porto-Alegrense).

Esta semana começa a divulgação na mídia acerca do curta, patrocinado integralmente pelo FINANCIARTE da Secretaria de Cultura de Caxias do Sul. Esteja atento.

Entrou no ar na semana passada o website do filme - www.armadaofilme.com, que traz informações diversas como sinopse, histórico do filme, equipe, além de algumas fotos do making of e stills do curta. Curta lá!

NUNES, o policial implacável interpretado por Jorge Valmini.